Bolsonaro preferiu dupla derrota na MP das fake news para evitar desgaste com a militância por um novo recuo

Must read

Se Bolsonaro recuasse mais uma vez, ficaria fragilizado com sua militância
Apesar de ter sido avisado pela equipe de articulação política de que a sua medida provisória que dificutlava combate às fake news seria devolvida pelo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), e que a mesma medida sofreria um revés no Supremo Tribunal Federal (STF), o presidente Jair Bolosnaro fez um cálculo político e preferiu a dupla derrota.
De fato, Pacheco rejeitou a MP e a devolveu para o governo. E a ministra Rosa Weber, do STF, suspendeu os efeitos da medida assinada por Bolsonaro. Com isso, a MP não tem nenhuma validade.
Bolsonaro optou pela dupla derrota, em vez de ele mesmo voltar atrás na MP, para não sofrer críticas de sua militância, principalmente nas redes sociais.
Na semana passada, quando recuou das ameaças de que não cumpriria decisões do ministro do STF Alexandre de Moraes, houve uma forte reação de seus apoiadores.
Como a MP foi feita sob encomenda para animar a militância nos atos de 7 de setembro, a avaliação de interlocutores do presidente é de que ele sofreria grande desgaste junto aos bolsonaristas.
Por isso, Bolsonaro fez um cálculo pragmático. Quis evitar um segundo revés junto aos seus mais fiéis seguidores.

- Advertisement -spot_img

More articles

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -spot_img

Latest article