Conecte-se Conosco
 

Esportes

Zagueiro da Inter de Limeira viveu tensão na Ucrânia, marcou Salah e foi capitão da Chape após tragédia – Futebol

Publicado

em


Aos 32 anos, Douglas Bacelar disputará pela segunda vez o Paulistão 2023, que terá transmissão exclusiva da gravar tv na televisão aberta. O zagueiro, que foi vice-campeão da Liga Europa jogando no futebol ucraniano, marcou o egípcio Salah e foi capitão do projeto de reconstrução da Chapecoense após a tragédia de 2016, vestirá como cores da Inter de Limeira e estará na partida inaugural do torneio, neste sábado (14), às 11h (de Brasília), diante do São Bernardo.

Com passagem também pelo São Paulo, o zagueiro conhece o Campeonato Paulista e tem o objetivo de ajudar a levar a Inter de Limeira novamente às fases finais do torneio. Depois de parar no Corinthians nas quartas de final de 2021, o Leão venceu na trave na última edição e viu o Guarani avançar no Grupo A por conta dos critérios de desempate.

“Nós não vemos a hora de começar logo o campeonato. O nível é altíssimo, mas nossa equipe se preparou bem. Ainda estamos naquele processo de conhecer melhor os companheiros, mas aprendemos a aproveitar bem essa pré-temporada, estamos entusiasmados”, afirma Bacelar. “A gente quer incomodar também esse ano. Nenhum jogo é fácil, mas queremos estar na briga pela classificação. Essa tem que ser a mentalidade do grupo”, projeta.





Vice-campeão europeu e adversário de Salah

Indefinido




Em 2013, muito antes de disputar o Paulistão pela Inter de Limeira, um jovem Douglas Bacelar desembarcou no Dnipro, na Ucrânia, para jogar pelo time da cidade, o FK Dnipro, que disputa a primeira divisão ucraniana. Em três temporadas pela equipe, o zagueiro chegou a ser vice-campeão da Liga Europa na temporada 2014/15, inclusive sendo escolhido para a seleção do torneio.

“Sem dúvidas, foi a melhor fase da minha carreira. Claro que a equipe chegando numa final de um campeonato dessa grandeza ajuda, mas foi a melhor temporada que eu tive, tanto individual, quanto coletivamente”, diz o jogador.

Antes disso, porém, Bacelar lembra de quando ninguém menos que o egípcio Mohamed Salah, em 2013. Na época, o craque que hoje veste a camisa do Liverpool dava seus primeiros passos no Basel, da Suíça.

“Naquela época ele já era o jogador diferencial da equipe dele. Já se via que ele era um grande jogador, de muita qualidade, que estava acima dos outros jogadores da equipe dele. Mas, naquele período ali, eu não imaginava que ele poderia chegar no nível que ele está presente agora. Mas, já era um jogador diferente”, conta.





Tensões na Ucrânia



Bacelar também relembra, em meio às alegrias em campo, dos momentos de tensão vividos num país que, desde 2014, com a tomada da Crimeia — região alvo de grande disputa geopolítica — por parte da Rússia, viu escalar a tensão até o estopim da guerra , em fevereiro do ano passado.

“Em 2014, quando experimentamos esses conflitos, nós ficamos bem preocupados. Não tínhamos muitas informações, então foi um momento de bastante apreensão. não chegou as proporções que está agora”, relembra.


Quando retornei em 2020, ainda estava com os mesmos problemas, nas mesmas regras, mas não passou na cabeça de ninguém, chegar nesse ponto onde nós estamos vendo agora, essa escalada que está tendo, né. Nem os próprios ucranianos imaginavam que chegaria nesse ponto, que é tão triste.




O maior desafio da carreira




Depois de três anos no futebol ucraniano, Douglas Bacelar voltou ao Brasil para jogar no São Paulo, na final de 2016. No Morumbi, porém, o zagueiro ficou pouco tempo. No início de 2017, veio o que o zagueiro classifica como “maior desafio da carreira”: ser capitão na reconstrução da Chapecoense, que ainda chorava pela dolorosa tragédia que tirou 71 vidas num acidente de avião, incluindo 19 jogadores da Chape, além da comissão técnicos e dirigentes.

“Foi o maior desafio da minha carreira. Era um momento bem delicado, de reconstrução em todas as áreas do clube. Todos muito abalados ainda, porque a cidade de Chapecó respira a Chapecoense”, relembra o defensor.


Apesar da grande responsabilidade, o zagueiro recorda com carinho de sua passagem por Chapecó. Logo na primeira temporada, o time, que foi dado como primeiro rebaixado no Brasileirão, fez a melhor campanha do segundo turno e conquistou uma vaga na pré-Libertadores do ano seguinte.

“Enfrentamos grandes desafios, mas eu acredito que superar todas as adversidades, ajudou a fazer uma campanha histórica na Série A. Então foi mágico, por tudo que envolveu. Conexão com a torcida, com a cidade, que sempre nos apoiou, foi especial. Sem dúvidas, a Chapecoense marcou minha história”, afirma Bacelar, que fez exatos 100 jogos com a camisa do time catarinense.


Futuro no Brasil

Depois da disputa do Paulistão, Bacelar ainda não sabe o que será de sua carreira. O jogador, porém, tem uma certeza: não voltará ao exterior, pelo menos a princípio. “Não penso em voltar, não é o que desejo. Não posso fechar portas, mas neste momento da minha vida e carreira, pretendo ficar no Brasil”, projeta.

“Quero voltar a jogar uma Série A, onde estão os melhores jogadores do nosso país. Então esse é o meu desejo. Primeiramente, fazer um bom campeonato pela Inter, ajudar o clube a atingir seus objetivos, e consequentemente, o clube indo bem, coisas boas vão vir para mim. Então espero que, nesse segundo semestre, possa estar voltando a jogar uma Série A”, completa.


Lista dos dez melhores técnicos de 2022 tem Dorival Júnior na frente de Abel Ferreira




Source link

Esportes

Inter recebe notícia terrível sobre contratação de Thiago Maia

Publicado

em

Por


O Inter segue interessado na contratação do volante Thiago Maia, de 26 anos, do Flamengo. Mesmo com a chegada de Fernando nos últimos dias, a direção do Colorado informa que mantém o desejo de fortalecer o elenco comandado pelo técnico Eduardo Coudet. No entanto, de acordo com declaração do presidente Alessandro Barcellos, o meio-campista ficou distante.

“Thiago Maia está mais distante do que estava, pois não tivemos resposta sobre as relações contratuais entre o Flamengo e ele. Nós avançamos em outros jogadores dessa posição, como o Fernando”, disse o mandatário, que continua manifestando o desejo de contar com os serviços do volante, porém aguarda um posicionamento do Rubro-Negro.

O Inter havia chegado em um acordo para acertar a transferência de Thiago Maia, porém o Flamengo não se acertou com o Lille, da França, que também tem parte dos direitos econômicos do jogador. O clube do Rio de Janeiro ofereceu 1 milhão de euros aos franceses, porém eles exigiram o pagamento de 1,25 milhão de euros.

Por conta do imbróglio, o Flamengo não aceitou a liberação do meio-campista ao Colorado. O departamento de futebol do Inter ainda manifesta o desejo de contar com os serviços de Thiago Maia, porém entende que não vai fazer algo que esteja fora do alcance. Aliado a isso, o clube não deve contar com os serviços do atleta na atual janela de transferências.

Inter segue interessado em Thiago Maia

Em entrevista concedida anteriormente, o presidente Alessandro Barcellos afirmou que a chegada de Fernando não impedia a contratação de Thiago Maia. O Colorado ressalta o desejo de montar um elenco com diversas opções, já que o clube terá que lidar com um calendário extenso, além das convocações na Copa América.

“Fernando não diminui o interesse no Thiago Maia, mas tem algumas questões que precisam ser resolvidas entre Lille e Flamengo. É um jogador que já demonstrou desejo de estar no Inter, em todas suas demonstrações técnicas e táticas tem perfil para jogar na nossa equipe. É um grande jogador e a gente permanece com interesse no atleta”, disse Barcellos.

Continue Lendo

Esportes

Palmeiras vai gastar mais de R$ 100 milhões com reforços após seca de contratações

Publicado

em

Por


Depois de ter economizado na temporada passada, o Palmeiras abriu os cofres e deve superar a casa dos R$ 100 milhões em reforços em 2024. Em seu último ano de mandato, a presidente Leila Pereira tem feito movimentações para atender aos pedidos do técnico Abel Ferreira para fortalecer o plantel alviverde.

Até o momento, o Verdão já desembolsou R$ 89,3 milhões em contratações. Foram adquiridos o lateral/ponta Caio Paulista, o volante Aníbal Moreno, o meia-atacante Rômulo e os atacantes Bruno Rodrigues e Lázaro. Este último por empréstimo, com possibilidade de compra em definitivo no futuro.

Essa quantia deve aumentar, pois a diretoria segue na busca por um centroavante para fechar de vez o elenco. É desejo de Abel contar com um jogador da posição para compensar a perda de Endrick, que em julho, quando completar 18 anos de idade, rumará em definitivo para o Real Madrid.

Os mais de R$ 100 milhões projetados vão superar os R$ 51 milhões gastos na jornada passada nas aquisições de Artur e Richard Ríos. Já em 2022, conforme os números do balanço daquele ano, as cifras ficaram próximas, mas pararam em R$ 98 milhões.

Confira as contratações feitas pelo Palmeiras em 2024:

  • Aníbal Moreno: R$ 34,5 milhões, mais 1 milhão de dólares por metas a serem batidas
  • Bruno Rodrigues: R$ 25 milhões
  • Caio Paulista: R$ 18,5 milhões
  • Lázaro: R$ 5,3 milhões pelo empréstimo, com opção de compra de 12 milhões de euros (R$ 64 milhões)
  • Rômulo: R$ 6 milhões

Continue Lendo

Esportes

Haroldo de Souza revela antiga treta com Pedro Ernesto e chama de mentiroso

Publicado

em

Por


Em entrevista ao Canal do Gamba, o radialista Haroldo de Souza foi questionado sobre o jornalista Pedro Ernesto Denardin. O comunicador afirmou que não daria carona para o ex-companheiro de RBS, já que eles tiveram um desentendimento forte nos últimos anos.

“Não, não tenho! Eu não daria porque eu tô sabendo que foi ele o empecilho para eu voltar para a RBS. Não que eu não tendo voltado para a RBS eu morri de fome, não é isso, é que a RBS está no meu coração, principalmente a Rádio Gaúcha, porque foi ela quem me trouxe de Belo Horizonte, em 1974”, disparou Haroldo de Souza.

O comunicador foi vereador em Porto Alegre por três mandatos e combinou com Nelson Sirotsky que voltaria para a RBS em seguida. Contudo, quando fez o contato, a questão não deu certo, já que Pedro Ernesto teria vetado. Mesmo sem trabalhar, ele ainda recebia da empresa.

“Ele me fez um negócio incrível, me deu R$ 5 mil por mês durante um ano. Eu ia lá na RBS e recebia com a secretaria dele. É uma demonstração de carinho que o Nelson sempre teve comigo”, afirmou o radialista.

Haroldo de Souza protesta contra Pedro Ernesto

O radialista Haroldo de Souza ainda afirmou que Pedro Ernesto é um mentiroso, já que não contou a verdade em declarações concedidas recentemente. O comunicador explicou a situação ainda na entrevista ao Canal do Gamba.

“O Pedro Ernesto anda mentindo por aí, teve um podcast que ele falou o seguinte: ‘em 1995 perguntaram para o Ranzolin quem seria o seu sucessor. Mentiroso, porque em 1995 eu estava na Guaíba, eu fui para lá em 1991. Em 1995, seu Pedro Ernesto, eu não entrei na decisão de quem seria o sucessor do Armindo Antônio Ranzolin, foi colocado entre você e o Brauner então, mas eu lamento que você tenha ganho”, disse Haroldo.

Continue Lendo

Esportes

Referência do automobilismo, Wilsinho Fittipaldi morre aos 80 anos

Publicado

em

Por


Ícone do automobilismo brasileiro, Wilson Fittipaldi Júnior faleceu nesta sexta-feira (23), em São Paulo. O ex-piloto de Fórmula 1 foi hospitalizado no dia 25 de dezembro de 2023 após se engasgar com um pedaço de carne e ter uma parada cardíaca, enquanto comemorava o aniversário de 80 anos com a família.

Wilsinho, como era conhecido, estava internado no Hospital Sainte Marie, credenciado à rede Prevent Senior, na zona sul da capital paulista. Inicialmente levado à Unidade de Terapia Intensiva (UTI), onde foi entubado e sedado, o ex-piloto chegou a ser transferido para o quarto em meados de janeiro.

Nascido em São Paulo, Wilsinho era filho de Wilson Fittipaldi, o Barão, fundador da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) e pioneiro em narrações da modalidade. O ex-piloto começou a correr na década de 1960, chegando à Fórmula 1 em 1972. Ele passou três temporadas na principal categoria do esporte a motor, com 35 provas disputadas e um quinto lugar no Grande Prêmio da Alemanha de 1973, pela equipe britânica Brabham.
 

Foi em sua última prova na categoria, porém, que Wilsinho fez história. Em 1975, ele alinhou no grid a bordo da Copersucar-Fittipaldi, primeira equipe brasileira da Fórmula 1, fundada ao lado do irmão mais novo, Emerson Fittipaldi, bicampeão mundial. Na temporada seguinte, o ex-piloto se tornou chefe da escuderia, que permaneceu no campeonato mundial até 1982.

Wilsinho deixa a esposa Rita e o filho Christian Fittipaldi, que correu na Fórmula 1 entre 1992 e 1994. Ele também era tio-avô de Pietro Fittipaldi, piloto reserva da equipe norte-americana Haas na principal categoria do automobilismo.

“Tio Wilsinho descansa em paz. Muito obrigado por tudo que você fez para nossa família e pelo automobilismo brasileiro. Agora você está com o Bizo e a Biza”, declarou Pietro.

Em publicação nas redes sociais, a CBA enalteceu o ex-piloto como “patrimônio do automobilismo brasileiro”. Segundo a nota da confederação, Wilsinho “reuniu talento, visão de futuro e ousadia para levar o nome do Brasil a um patamar jamais imaginado”, destacando a criação da equipe Copersucar-Fittipaldi como um projeto que “estava à frente do seu tempo”.

A Stock Car, principal competição automobilística do país (e da qual Wilsinho participou em três temporadas, sendo vice-campeão em 1991) também se manifestou. Em nota, o diretor executivo da Vicar, organizadora da categoria, Fernando Julianelli, destacou a “alma inquieta” do ex-piloto.

“Com sua energia criativa, ousadia e um conhecimento enciclopédico do esporte, Wilsinho não apenas construiu carros: suas iniciativas inspiraram milhares de novos adeptos, ajudando a fazer do nosso país um dos centros mundiais do esporte”, descreveu Julianelli.



Continue Lendo

Esportes

Peter Sagan passa por procedimento cirúrgico, após ter anomalia cardíaca diagnosticada, confira o boletim médico

Publicado

em

Por


Peter Sagan passa por procedimento cirúrgico, após ter anomalia cardíaca diagnosticada, confira o boletim médico


Continue Lendo

Esportes

Notícia muito triste sobre Marinho chegou e deixou flamenguistas aos prantos

Publicado

em

Por


Tendo seu contrato rescindido com o Flamengo no meio da temporada 2023 e se transferindo para o Fortaleza, Marinho voltou a ter destaque e se tornou uma peça interessante no plantel do técnico Juan Pablo Vojvoda. Acontece que na última quinta-feira (22), um ônibus que levava a delegação do clube nordestino foi atacado e alguns jogadores ficaram machucados.

A torcida organiza do Sport, time de Recife, teria feito uma emboscada com bombas e pedras contra todos os funcionários do Fortaleza. Alguns jogadores ficaram feridos e outros precisaram ser hospitalizados. Apesar de não ter tido nenhuma vítima fatal, o acontecimento chocou e deixou vários torcedores preocupados.

Um dos presentes no local era Marinho. Inclusive, o atleta falou com a imprensa e revelou detalhes da situação. O atacante falou que o ataque foi premeditado: “A bomba pegou no meio do Ônibus. Eu estava na parte de trás do ônibus. A bomba pegou no meio do ônibus. O Lucero estava com a caideira deitada e a bomba passou por ele. A pedra pegou no Escobar. Foi tudo premeditado“.

Marinho não se escondeu e falou com os jornalistas sobre atentado criminoso que sofreu nesta semana

Além do ex-Flamengo, Tinga também se pronunciou sobre o episódio: “Nosso time está decidido a não jogar. Estamos combinados que não vamos jogar. Não é justo. O Sport tem que punir a torcida deles. Somos trabalhadores e isso tem que acabar. Isso é muito triste”, revelou o capitão da equipe.

Marcelo Paz, CEO da SAF do Fortaleza, fez um pronunciamento e cobrou medidas das autoridades competentes. Nas redes sociais diversas pessoas ficaram indignadas. Vários clubes prestaram solidariedade e se posicionaram contrários aos atos praticados.

Chegando em julho, Marinho assinou um contrato válido até dezembro de 2025 com o Leão do Pici. No time do nordeste, o jogador busca recuperar o bom futebol.

Continue Lendo

LOCALIZAÇÃO DE PESSOAS – TEL.11 9.8721-7939

Mais Acessados

Copyright © 2024 - Todos os Direitos Reservados. D NEWS | Expediente: Nardel Azuoz - Jornalista e Editor Chefe, E-mail: redacao@redebcn.com.br - Tel. 11 2825-4686 WhatsApp