Conecte-se Conosco
 

Esportes

Pelé, lenda do futebol brasileiro, morre aos 82 anos

Publicado

em

O lendário jogador de futebol brasileiro Pelé acena para os espectadores antes do início da final masculina sub-17 do torneio Subroto Cup no estádio Ambedkar em Nova Delhi, Índia, 16 de outubro de 2015. Foto: Reuters

Pelé, o lendário jogador de futebol brasileiro que saiu da pobreza descalço para se tornar um dos maiores e mais conhecidos atletas da história moderna, morreu nesta quinta-feira aos 82 anos.

O hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde Pelé estava em tratamento, disse que ele morreu às 15h27 “devido à falência múltipla de órgãos resultante da progressão de um câncer de cólon associado a sua condição médica anterior”.

A morte do único homem a vencer a Copa do Mundo três vezes como jogador foi confirmada em sua conta no Instagram.

“Inspiração e amor marcaram a jornada do Rei Pelé, que faleceu pacificamente hoje”, dizia o texto, acrescentando que ele “encantou o mundo com sua genialidade no esporte, parou uma guerra, realizou trabalhos sociais em todo o mundo e espalhou o que ele muitos acreditam ser a cura para todos os nossos problemas: o amor.”

Homenagens de todos os mundos do esporte, política e cultura popular foram feitas para uma figura que sintetizou o domínio brasileiro do esporte bonito.

“Poucos brasileiros levaram o nome do nosso país tão longe quanto ele”, escreveu no Twitter o presidente eleito do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, que toma posse no domingo.

O presidente francês, Emmanuel Macron, disse que o legado de Pelé viverá para sempre.

“O jogo. O rei. Eternidade”, tuitou Macron.

Pelé estava passando por quimioterapia desde que teve um tumor removido do cólon em setembro de 2021.

Ele também tinha dificuldade para andar sem ajuda desde uma operação malsucedida no quadril em 2012. Em fevereiro de 2020, às vésperas da pandemia de coronavírus, seu filho Edinho disse que o estado físico debilitado de Pelé o deixou deprimido.

Pelé, cujo nome era Edson Arantes do Nascimento, ingressou no Santos em 1956 e transformou o pequeno clube litorâneo em um dos nomes mais famosos do futebol. Um velório deve ser realizado no estádio Urbano Caldeira, do Santos, mais conhecido como Vila Belmiro, na segunda-feira, disse o assessor de imprensa do clube.

Além de uma série de títulos regionais e nacionais, Pelé conquistou duas Copas Libertadores, o equivalente sul-americano da Liga dos Campeões, e duas Copas Intercontinentais, torneio anual realizado entre os melhores times da Europa e da América do Sul.

Ele levou para casa três medalhas de campeão mundial, a primeira vez aos 17 anos na Suécia em 1958, a segunda no Chile quatro anos depois – embora tenha perdido a maior parte do torneio devido a lesão – e a terceira no México em 1970 , quando liderou aquela que é considerada uma das maiores equipes de todos os tempos.

Ele se aposentou do Santos em 1974, mas um ano depois fez um retorno surpresa ao assinar um contrato lucrativo para ingressar no New York Cosmos na então nascente North American Soccer League.

Em uma gloriosa carreira de 21 anos, ele marcou 1.283 gols.

Pelé, porém, transcendeu o futebol como nenhum outro jogador antes ou depois, e se tornou um dos primeiros ícones globais do século XX.

Com seu sorriso cativante e uma humildade impressionante que encantou legiões de fãs, ele era mais conhecido do que muitas estrelas de Hollywood, papas ou presidentes – muitos, senão a maioria, dos quais ele conheceu durante uma carreira de seis décadas como jogador e arremessador corporativo. .

“Estou triste, mas também tenho orgulho de ser brasileiro, de ser da terra do Pelé, um cara que foi um grande atleta”, disse Ciro Campos, biólogo carioca de 49 anos. “E também fora de campo, ele era uma pessoa legal, não um atleta arrogante.”

Pelé creditou sua mistura única de talento, gênio criativo e habilidade técnica a um jovem que passou jogando jogos de pick-up em uma pequena cidade do Brasil, muitas vezes usando toranja ou trapos amassados ​​porque sua família não podia pagar um bola.

Pelé foi nomeado “Atleta do Século” pelo Comitê Olímpico Internacional, co-“Jogador de Futebol do Século” pela FIFA, e um “tesouro nacional” pelo governo do Brasil.

Sua celebridade costumava ser avassaladora. Adultos adultos começaram a chorar em sua presença com regularidade. Como jogador, os torcedores em busca de lembranças frequentemente corriam para o campo após os jogos e arrancavam seus shorts, meias e até cuecas.

Sua casa no Brasil ficava a menos de um quilômetro da praia, mas ele não foi lá por cerca de duas décadas por medo de multidões.

No entanto, mesmo em momentos de descuido entre amigos, ele raramente reclamava. Ele acreditava que seu talento era um dom divino e falou comovente sobre como o futebol lhe permitiu viajar pelo mundo, alegrar pacientes com câncer e sobreviventes de guerras e fome e sustentar uma família que, ao crescer, muitas vezes não conhecia a fonte de sua próxima refeição.

“Deus me deu essa habilidade por um motivo: fazer as pessoas felizes”, disse ele durante uma entrevista de 2013 à Reuters. “Não importa o que eu fiz, tentei não esquecer isso.”

A federação brasileira de futebol CBF disse que “Pelé foi muito mais do que o maior esportista de todos os tempos … O Rei do Futebol foi o expoente máximo de um Brasil vitorioso”.

Kylian Mbappé, o astro francês que muitos consideram o atual melhor jogador de futebol do mundo, também ofereceu suas condolências.

“O rei do futebol nos deixou, mas seu legado nunca será esquecido”, escreveu ele no Twitter. “Descanse em paz, REI.” Via: Reuters

Continue Lendo

Esportes

Ex-rival do Inter banido pela FIFA agora é destaque na várzea

Publicado

em

Por


Banido pela FIFA por participação em esquema de manipulação de resultados, o meio-campista Gabriel Tota está se destacando no futebol de várzea. No último sábado (18), ele entrou em campo pelo Paranaíba Esporte Clube, de Carmo do Paranaíba, em jogo pela Copa Amapar Sicredi. Ele deu duas assistências para a vitória sobre o Trianon, de Araxá, por 2 a 1.

No final de 2023, Gabriel Tota, que teve passagens por clubes do Rio Grande do Sul, já havia participado de outro torneio pelo Paranaíba EC. Ele jogou o Campeonato Regional da Liga Patense de Desportos, de Patos de Minas. A equipe se sagrou campeã ao bater o Novo Andorinhas Girassol, de Presidene Olegário, nos dois duelos da decisão, por 2 a 0 e 5 a 1.

Em junho, Gabriel Tota foi banido do futebol pelo Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e ainda levou multa de R$ 30 mil. De acordo com investigações, o atleta aceitou participar do esquema de manipulação e recebeu cartão amarelo em um jogo. Além disso, ele aliciava outros jogadores para fazer parte do esquema.

Gabriel, que na época defendia as cores do Juventude, teve seu banimento confirmado pela Fifa, assim como o atacante Ygor Catatau e o goleiro Matheus Philipe. Ao todo, Tota atuou por cinco clubes em sua carreira profissional: Novorizontino-SP, Rio Preto-SP, Mirassol-SP, Juventude-RS e Ypiranga-RS.

Ex-rival do Inter segue focado no futebol

O canal Explosão do Rádio, que faz a cobertura da Copa Amapar, destaca a atuação de Gabriel Tota. De acordo com os profissionais, o meia contribuiu com “várias finalizações perigosas, muita técnica e determinação e ainda foi o autor de duas assistências”.

A Copa Amapar (Associação dos Municípios da Microrregião do Alto Paranaíba) conta com 32 clubes na edição de 2024. As equipes foram distribuídas em oito grupos, enfrentando-se em turno e returno (seis rodadas). Os dois melhores avançam às oitavas de final.

Continue Lendo

Esportes

Piloto Christian Fittipaldi presta homenagem ao pai: “Obrigado por tudo” – RecordTV

Publicado

em

Por



Morreu ontem (23), aos 80 anos, o ex-piloto de Fórmula 1 Wilson Fittipaldi Júnior. Wilsinho, como era conhecido, fez história nas pistas e fundou a única equipe da categoria do Brasil. Ele estava internado desde dezembro do ano passado, após sofrer uma parada cardíaca provocada por um engasgo durante um almoço em família.

Continue Lendo

Esportes

Vasco busca vitória para se garantir nas semifinais do Carioca

Publicado

em

Por


Tentando assegurar a presença nas semifinais do Campeonato Carioca, o Vasco mede forças com o Volta Redonda, a partir das 17h30 (horário de Brasília) deste sábado (24) no estádio Kleber Andrade, em Cariacica (Espírito Santo). A Rádio Nacional transmite o jogo ao vivo.

O Gigante da Colina inicia a rodada ocupando a 4ª posição da classificação da Taça Guanabara do Campeonato Carioca, com apenas dois de vantagem sobre o Botafogo, o 5º colocado. Mas o Cruzmaltino chega à partida deste sábado muito motivado, em especial após a goleada de 4 a 2 justamente sobre o time de General Severiano em clássico disputado no último domingo (18).

Esse bom momento foi evidenciado pelo auxiliar técnico Emiliano Díaz em entrevista coletiva após o jogo com o Botafogo: “O grupo está animicamente muito bem. A vitória sempre dá confiança e marcar quatro gols também dá confiança. Este é um grupo muito forte, que passou por muita dificuldade. Acho que a cabeça deste time é uma das mais fortes com as quais já trabalhamos. Então é tratar de aproveitar”.

Para sair com a vitória diante do Volta Redonda, a torcida vascaína deposita suas esperanças no meia-atacante francês Payet, que tem vivido o seu melhor momento pela equipe. Em 2024 ele já disputou seis partidas (quatro como titular), contribuindo diretamente com três gols (duas assistências e um gol marcado). Segundo Emiliano Díaz, “um jogador muito importante, diferenciado, que, quando pega na bola, algo diferente acontece”.

Se o Vasco sonha com as finais do Carioca, o Volta Redonda tem uma meta mais modesta, se garantir nas semifinais da Taça Rio (competição que envolve as equipes que terminarem entre a 5ª e a 8ª posição da Taça Guanabara). Com nove pontos na 9ª posição, o Voltaço sabe que não pode sair de mãos vazias da partida deste sábado.

Transmissão da Rádio Nacional

A Rádio Nacional transmite Vasco e Volta Redonda com a narração de André Marques, comentários de Waldir Luiz e reportagem de Rafael Monteiro. Você acompanha o Show de Bola Nacional aqui:



Continue Lendo

Esportes

Inter recebe notícia terrível sobre contratação de Thiago Maia

Publicado

em

Por


O Inter segue interessado na contratação do volante Thiago Maia, de 26 anos, do Flamengo. Mesmo com a chegada de Fernando nos últimos dias, a direção do Colorado informa que mantém o desejo de fortalecer o elenco comandado pelo técnico Eduardo Coudet. No entanto, de acordo com declaração do presidente Alessandro Barcellos, o meio-campista ficou distante.

“Thiago Maia está mais distante do que estava, pois não tivemos resposta sobre as relações contratuais entre o Flamengo e ele. Nós avançamos em outros jogadores dessa posição, como o Fernando”, disse o mandatário, que continua manifestando o desejo de contar com os serviços do volante, porém aguarda um posicionamento do Rubro-Negro.

O Inter havia chegado em um acordo para acertar a transferência de Thiago Maia, porém o Flamengo não se acertou com o Lille, da França, que também tem parte dos direitos econômicos do jogador. O clube do Rio de Janeiro ofereceu 1 milhão de euros aos franceses, porém eles exigiram o pagamento de 1,25 milhão de euros.

Por conta do imbróglio, o Flamengo não aceitou a liberação do meio-campista ao Colorado. O departamento de futebol do Inter ainda manifesta o desejo de contar com os serviços de Thiago Maia, porém entende que não vai fazer algo que esteja fora do alcance. Aliado a isso, o clube não deve contar com os serviços do atleta na atual janela de transferências.

Inter segue interessado em Thiago Maia

Em entrevista concedida anteriormente, o presidente Alessandro Barcellos afirmou que a chegada de Fernando não impedia a contratação de Thiago Maia. O Colorado ressalta o desejo de montar um elenco com diversas opções, já que o clube terá que lidar com um calendário extenso, além das convocações na Copa América.

“Fernando não diminui o interesse no Thiago Maia, mas tem algumas questões que precisam ser resolvidas entre Lille e Flamengo. É um jogador que já demonstrou desejo de estar no Inter, em todas suas demonstrações técnicas e táticas tem perfil para jogar na nossa equipe. É um grande jogador e a gente permanece com interesse no atleta”, disse Barcellos.

Continue Lendo

Esportes

Palmeiras vai gastar mais de R$ 100 milhões com reforços após seca de contratações

Publicado

em

Por


Depois de ter economizado na temporada passada, o Palmeiras abriu os cofres e deve superar a casa dos R$ 100 milhões em reforços em 2024. Em seu último ano de mandato, a presidente Leila Pereira tem feito movimentações para atender aos pedidos do técnico Abel Ferreira para fortalecer o plantel alviverde.

Até o momento, o Verdão já desembolsou R$ 89,3 milhões em contratações. Foram adquiridos o lateral/ponta Caio Paulista, o volante Aníbal Moreno, o meia-atacante Rômulo e os atacantes Bruno Rodrigues e Lázaro. Este último por empréstimo, com possibilidade de compra em definitivo no futuro.

Essa quantia deve aumentar, pois a diretoria segue na busca por um centroavante para fechar de vez o elenco. É desejo de Abel contar com um jogador da posição para compensar a perda de Endrick, que em julho, quando completar 18 anos de idade, rumará em definitivo para o Real Madrid.

Os mais de R$ 100 milhões projetados vão superar os R$ 51 milhões gastos na jornada passada nas aquisições de Artur e Richard Ríos. Já em 2022, conforme os números do balanço daquele ano, as cifras ficaram próximas, mas pararam em R$ 98 milhões.

Confira as contratações feitas pelo Palmeiras em 2024:

  • Aníbal Moreno: R$ 34,5 milhões, mais 1 milhão de dólares por metas a serem batidas
  • Bruno Rodrigues: R$ 25 milhões
  • Caio Paulista: R$ 18,5 milhões
  • Lázaro: R$ 5,3 milhões pelo empréstimo, com opção de compra de 12 milhões de euros (R$ 64 milhões)
  • Rômulo: R$ 6 milhões

Continue Lendo

Esportes

Haroldo de Souza revela antiga treta com Pedro Ernesto e chama de mentiroso

Publicado

em

Por


Em entrevista ao Canal do Gamba, o radialista Haroldo de Souza foi questionado sobre o jornalista Pedro Ernesto Denardin. O comunicador afirmou que não daria carona para o ex-companheiro de RBS, já que eles tiveram um desentendimento forte nos últimos anos.

“Não, não tenho! Eu não daria porque eu tô sabendo que foi ele o empecilho para eu voltar para a RBS. Não que eu não tendo voltado para a RBS eu morri de fome, não é isso, é que a RBS está no meu coração, principalmente a Rádio Gaúcha, porque foi ela quem me trouxe de Belo Horizonte, em 1974”, disparou Haroldo de Souza.

O comunicador foi vereador em Porto Alegre por três mandatos e combinou com Nelson Sirotsky que voltaria para a RBS em seguida. Contudo, quando fez o contato, a questão não deu certo, já que Pedro Ernesto teria vetado. Mesmo sem trabalhar, ele ainda recebia da empresa.

“Ele me fez um negócio incrível, me deu R$ 5 mil por mês durante um ano. Eu ia lá na RBS e recebia com a secretaria dele. É uma demonstração de carinho que o Nelson sempre teve comigo”, afirmou o radialista.

Haroldo de Souza protesta contra Pedro Ernesto

O radialista Haroldo de Souza ainda afirmou que Pedro Ernesto é um mentiroso, já que não contou a verdade em declarações concedidas recentemente. O comunicador explicou a situação ainda na entrevista ao Canal do Gamba.

“O Pedro Ernesto anda mentindo por aí, teve um podcast que ele falou o seguinte: ‘em 1995 perguntaram para o Ranzolin quem seria o seu sucessor. Mentiroso, porque em 1995 eu estava na Guaíba, eu fui para lá em 1991. Em 1995, seu Pedro Ernesto, eu não entrei na decisão de quem seria o sucessor do Armindo Antônio Ranzolin, foi colocado entre você e o Brauner então, mas eu lamento que você tenha ganho”, disse Haroldo.

Continue Lendo

LOCALIZAÇÃO DE PESSOAS – TEL.11 9.8721-7939

Mais Acessados