Autora paulista lança livro que discute a realidade e as idealizações de ser mãe

Leitura obrigatória

MATERNIDADE SEM FANTASIAS

Obra perpassa por temáticas como ansiedade e puerpério, ideação da maternidade e como as crianças são vistas nos dias atuais

Poucas mulheres podem dizer que tornar-se mãe não foi uma transformação, mas esse momento não chega nem perto do conto de fadas que muitas delas idealizam. Viver a maternidade cercada de sonhos e expectativas nem sempre é o melhor caminho para que esse vínculo afetivo entre mãe e filho seja saudável. Essa é uma das reflexões que a jornalista e autora paulista Daniela David aborda em seu novo livro, “Eu, mãe! Como assim?”.

Mãe de Giulia, de 2 anos, e colunista de uma plataforma de empoderamento feminino, Daniela fornece, em sua nova obra, uma visão sobre como a maternidade não é um universo de fantasias que garante apenas experiências maravilhosas. “Ela pode sim ser incrível, mas desde que você se prepare para a realidade dela e não para os sonhos”.

“Nunca entendi como muitas pessoas que sonham com a maternidade imaginam uma história de conto de fadas. Tenho uma amiga que quando falava em ser mãe parecia que era transportada para outra dimensão, então o livro é tudo que eu queria que ela entendesse antes da maternidade. Depois que fui mãe, percebi que o que mais atrapalha são as expectativas, os sonhos que inventam e tomam como verdade”, explica a autora.

Apesar da transformação que a maternidade lhe proporcionou, até os 32 anos ela não queria ser mãe, “mas o relógio biológico bateu na porta, quase como uma ordem da natureza humana, e tudo aconteceu”. Inspirada pela filha e pela mãe, a autora então compartilha um relato íntimo e genuíno dos desafios que enfrentou, de suas emoções e descobertas e o que fez para lidar com esse turbilhão de sentimentos.

“Quando descobri a gravidez, foi um misto de alegria e medo. Logo me questionei: como eu poderia criar uma criança? Por me sentir despreparada, comecei a estudar sobre gestação e desenvolvimento infantil, afinal, eu precisava dar o meu melhor para minha filha”, declarou.

E é exatamente essa “mistura de sentimentos” que o livro pode proporcionar durante a leitura, garante a autora. “Imagino que essa obra vai fazer as pessoas chorarem, rirem, refletirem sobre seus ideais de maternidade e olharem mais para a realidade. Quando a maternidade é vista de forma mais racional, você tem mais recursos para entender o momento que viverá e assim a realidade não se tornará uma frustração”.

Mas Daniela garante que não são só as mães que vão gostar do livro. “É uma leitura que vai ajudar a entender melhor o ser mãe, a maternidade e também a repensar sobre sua própria mãe. Então é uma leitura para mães, filhos, tentantes, para todos que querem uma visão diferente sobre a maternidade”.

“Eu, mãe! Como assim?” é da Editora The Books e já está disponível para vendas na internet. Além disso, o ebook pode ser encontrado na Amazon.

Sobre a autora:
Mãe de Giulia, de 2 anos, jornalista, colunista de uma plataforma para empoderamento feminino e o rosto por trás do perfil “Socorro, nasceu”, Daniela David assume que a maternidade proporcionou uma grande transformação em sua vida, não foram, no entanto, mudanças de um conto de fadas. Até os 32 anos, ela não se enxergava no papel de mãe. Mas, quando mudou de ideia, Daniela percebeu como os sonhos e expectativas que giram em torno da maternidade podem levar a frustrações e trazer ainda mais dificuldades. O livro, “Eu, mãe! Como Assim?” surge então como uma forma de discutir a realidade da maternidade, sem fantasias, sem idealizações, mas com muito amor e leveza.

Fonte: Rede BCN

- Advertisement -spot_img

Mais Matérias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Artigo Mais Recente

%d blogueiros gostam disto: