Operação da Polícia Civil investiga fraudes bancárias contra moradores da região de Campinas

0
11

Suspeita é que uma funcionária de uma agência da capital vazava dados de clientes. Três pessoas prestaram depoimento. Policiais cumpriram cinco mandados de busca e apreensão. Deic de Campinas, onde trio foi levado para prestar depoimento
João Alvarenga/EPTV
A Polícia Civil de Campinas (SP) cumpriu cinco mandados de busca e apreensão na capital do estado, na manhã desta quinta-feira (14), em uma operação que apura fraudes bancárias. Três pessoas foram levadas para a sede do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) de Campinas e prestaram depoimento.
Os suspeitos são um homem que seria o hacker da quadrilha, uma gerente de banco e o marido dela. Segundo os investigadores, a gerente é suspeita de vazar dados de clientes para facilitar o golpe. Já as vítimas são da região de Campinas.
No cumprimento dos mandados em São Paulo, foram apreendidos oito notebooks, celulares, cartões de bancos, cheques e anotações. Segundo a Polícia Civil, em uma das casas havia cinco notebooks, um dele conectado no aplicativo de um banco com os dados de uma suposta vítima na tela. Por isso, os investigadores acreditam que os itens apreendidos vão ajudar na investigação.
Os três suspeitos foram ouvidos e negaram os crimes. A informação é que serão liberados em seguida, mas a investigação continua.
A investigação começou após uma vítima de Campinas (SP) ter feito o boletim de ocorrência. De acordo com a polícia, a suspeita é que pessoas físicas e empresas foram vítimas da quadrilha.
Veja mais notícias da região no g1 Campinas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here