InícioPolíticaPGR pede ao STF depoimento de deputada que aparece em vídeo com...

PGR pede ao STF depoimento de deputada que aparece em vídeo com fuzil em helicóptero

Em junho, Magda Mofatto (PL-GO) divulgou vídeo em que está com armamento e critica demora para captura de criminoso. MP quer saber se ela tem autorização de porte e posse de arma. A Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) que determine à Polícia Federal tomar o depoimento da deputada Magda Mofatto (PL-GO) sobre um vídeo no qual ela aparece com um fuzil a bordo de um helicóptero.
A postagem foi feita em junho e criticava a demora para a captura de Lázaro Barbosa, criminoso encontrado em junho após 20 dias de buscas em Goiás e no Distrito Federal. Ele foi preso ferido, mas morreu ao chegar a um hospital em Águas Lindas de Goiás.
A PGR também defendeu que a Polícia Federal verifique se a deputada tem autorização de porte e posse de arma de fogo, e se há o devido registro no Sistema Nacional de Armas (Sinarm).
VÍDEO: Deputada publica com fuzil em helicóptero e critica demora para capturar Lázaro
O Ministério Público pediu as providências preliminares a fim de avaliar posteriormente eventual pedido de abertura de inquérito por crime de porte ilegal de arma de fogo, previsto no Estatuto do Desarmamento.
“O Ministério Público Federal requer a remessa da presente petição à Polícia Federal para que sejam efetivadas diligências preliminares indicadas, sem prejuízo de outras reputadas úteis à elucidação dos fatos, a fim de se obterem elementos consistentes que justifiquem uma investigação formal em desfavor da parlamentar”, afirmou o vice-procurador-geral Humberto Jacques de Medeiros em parecer.
No vídeo, publicado em 19 de junho deste ano, a parlamentar diz: “Te cuida, Lázaro. Se o Ronaldo Caiado [governador] não deu conta de te pegar, eu estou indo aí te pegar. Comandante, rumo para Cocalzinho”, afirmou. Na época, o governo de Goiás criticou a publicação, que considerou desrespeitosa.
Também na ocasião, a assessoria da deputada afirmou que o fuzil está registrado no nome da parlamentar e que ela tem posse e porte de arma de fogo e, por isso, poderia adquirir o armamento e utilizá-lo. Afirmou ainda que o helicóptero está no nome dela e a situação da aeronave é regular.

LEIA TAMBÉM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Vistos