Barroso diz que populismo, autoritarismo e extremismo ameaçam democracia

Must read

Presidente do TSE fez a declaração em vídeo sobre o Dia Internacional da Democracia, comemorado em 15 de setembro. O ministro Luís Roberto Barroso, presidente do TSE
Nelson Jr./SCO/STF
O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, afirmou nesta quarta-feira (15) que o populismo, o autoritarismo e o extremismo ameaçam a democracia no mundo, mas que, nela, divergências são absorvidas de maneira “institucional e civilizada”.
O vídeo foi divulgado pelo TSE no Dia Internacional da Democracia, comemorado mundialmente no dia 15 de setembro.
“A democracia é considerada o melhor regime de governo. O melhor, mas não necessariamente o mais fácil. Porque democracia envolve pluralismo, que é diversidade e divisões do mundo e, consequentemente, respeito às opiniões contrárias”, disse o ministro.
“No mundo de hoje ela [democracia] se encontra sob ataque, em razão de disfunções como o populismo, o extremismo e o autoritarismo. Sua preservação depende de instituições fortes, sociedade civil mobilizada, imprensa livre. A democracia depende de cada um de nós. Seja parte dessa história”, completou Barroso.
O ministro apontou ainda que a democracia “não é o regime do consenso, mas aquele em que a divergência é absorvida de maneira institucional e civilizada”.
Conforme o ministro, “a democracia depende de cada um de nós”.
VÍDEOS: assista a mais notícias sobre política

- Advertisement -spot_img

More articles

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -spot_img

Latest article