Samara Felippo conta que filha sofreu racismo na escola: ‘Me deu taquicardia’

Must read

A atriz Samara Felippo relatou durante uma live no Instagram que sua filha, Lara, de 8 anos, sofreu racismo na escola. “Minha filha passou de novo [por uma situação de racismo]. Pareceu que foi mais ‘brando’ [dessa vez]”, começou contando. “A Lara veio me relatando que um amiguinho chamou ela de neguinha chata, só que ela veio me contar isso acho que uma semana depois do ocorrido, aí me deu uma taquicardia momentânea.” Samara perguntou como a filha estava se sentindo e a orientou a sempre contar sobre esse tipo de situação no momento em que acontecer.

“Falei que ela precisa falar com a professora na hora porque o menino branco que falou isso não pode repetir, porque [racismo] é crime.” A artista mandou um e-mail para a escola e na resposta que recebeu da instituição de ensino foi informado que o menino e seus pais foram chamados na escola para uma conversa. “Fiquei muito puta, mas ela [Lara] é muito forte. Ela me disse que ficou com vergonha de falar na hora [em que aconteceu]”, disse Samara durante a conversa com a autora Thainá Briggs, que escreveu o livro “Mães Pretas – Maternidade Solo e Dororidade”, e com a atriz Carolinie Figueiredo. Samara também é mãe de Alícia, de 12 anos, que, assim como Lara, é fruto do relacionamento da atriz com jogador de basquete Leandrinho. Eles não estão mais juntos desde 2013.

- Advertisement -spot_img

More articles

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -spot_img

Latest article