Início Site Página 2521

Após flagra em pagode, Atlético-MG multa e tira lateral Guga de decisão com o Boca

0

O Atlético-MG comunicou na tarde desta segunda-feira, 19, que multou o lateral-direito Guga, flagrado em um pagode na noite do último domingo. Em comunicado, o clube também informou que o jogador cumprirá o período de isolamento estabelecido no protocolo de saúde contra a Covid-19. Assim, ele será baixa na partida diante do Boca Juniors, marcada para amanhã, em casa, e válida pelas oitavas de final da Copa Libertadores da América. Com o empate em 0 a 0 em La Bombonera, na semana passada, o Galo precisa de apenas uma vitória para avançar na competição. Um igualdade por dois ou mais gols, no entanto, favorece o conjunto argentino.

“O Clube Atlético Mineiro informa que o atleta Guga foi punido pela direção por infringir o protocolo de saúde adotado pela instituição. Além de multa pecuniária, Guga foi afastado das atividades e cumprirá o prazo de isolamento determinado pelo departamento médico. O jogador está, portanto, fora da partida contra o Boca Juniors, nesta terça-feira, pela Copa Libertadores”, informou a diretoria, que soube do caso envolvendo o ala através das redes sociais. Em vídeos, o atleta aparece descontraído em um pagode com dezenas de pessoas e sem o uso de máscara de proteção contra o novo coronavírus.

Guga, lateral do Atlético-MG, cantando numa festa em Belo Horizonte, neste domingo.

pic.twitter.com/uDkJ4TZpN8

— Planeta do Futebol (@futebol_info) July 19, 2021

Desta forma, o técnico Cuca não terá os seus dois laterais considerados titulares. Na esquerda, Guilherme Arana é baixa, pois está servindo a seleção brasileira olímpica nos Jogos de Tóquio-2020. Assim, Mariano e Dodô devem substituir os jogadores diante do Boca. “A gente vem passando por alguns problemas com desfalques, coisa que acontece ao longo da temporada, mas a diretoria montou um elenco competitivo para passar por esses momentos sem perder desempenho”, afirmou Dodô, que voltou no jogo contra o Corinthians e agora espera contribuir para os mineiros avançarem. “Me senti bem contra o Corinthians, joguei os 90 minutos e estou me sentindo bem. Amanhã (terça-feira) estarei à disposição para ajudar. Tem tudo para ser um grande jogo, mas a gente espera sair feliz e a torcida do Atlético-MG também”, enfatizou o lateral-esquerdo. “Estamos mantendo a boa performance e isso é importante, valoriza todo mundo que está trabalhando no Atlético-MG”, completou o ala.

 

DJ Ivis tem pedido de habeas corpus negado pela Justiça

0

A defesa de Iverson de Souza Araújo, mais conhecido como DJ Ivis, tentou conseguir um habeas corpus, mas o pedido foi indeferido no último fim de semana. O Tribunal de Justiça do Ceará confirmou a informação à Jovem Pan, mas informou que não pode dar mais detalhes do caso, pois tramita sob segredo de Justiça. O cantor, que continuará preso, foi detido na quarta-feira, 14, por agredir sua ex-mulher, Pamella Gomes de Holanda. Na noite de sexta-feira, 16, ele foi transferido da Delegacia de Capturas, no centro de Fortaleza, para o Presídio Irmã Imelda Lima Pontes, que também fica na capital do Ceará. O caso de violência doméstica ganhou repercussão após Pamella divulgar nas redes sociais vídeos em aparece apanhando de Ivis. Nas imagens, é possível ver a vítima levando tapas, socos e chutes na frente da filha, Mel. O músico admitiu as agressões, mas chegou a declarar que foi ameaçado e chantageado. Pamella vem recebendo muito apoio nas redes sociais, inclusive de artistas com Xand Avião e Marília Mendonça.

Deolane Bezerra rebate amizades de MC Kevin: ‘Já não gostava e pioraram depois que ele se foi’

0

Nesta segunda-feira, 19, o programa Pânico recebeu Deolane Bezerra, viúva de MC Kevin, que esteve no mesmo hotel que o cantor na noite em que ele morreu, dia 16 de maio. Para ela, os amigos que estavam com o funkeiro no Rio de Janeiro na noite da morte não eram boas influências. “Eu acho que está mostrando mais ainda depois que ele se foi quem é cada um deles. Se eu já não gostava, depois que ele se foi muitos pioraram. Ele tem sim amigos que cresceram com ele, só que aqueles agregados que eram pra curtir a fama e a vibe, não acrescentavam em nada na vida dele. Quem se junta com porcos, farelos come. Eu tentava muito mostrar pro Kevin o que era amizade, eu tenho 33 anos, a fase que ele teve eu já tive. Eu acho que alguma coisa errada tem, porque são três depoimentos diferentes. Ninguém está falando a verdade. Do jeito que está é muito inexplicável. Se alguém fez uma coisa, eu não sei, mas tem alguma coisa errada.”

Deolane Bezerra relembrou, também, o relacionamento que teve com Kevin e a noite em que se conheceram numa balada em São Paulo. Para ela, o funkeiro parecia muito apaixonado. “Ele sempre ia atrás de mim. Eu era muito apaixonada, eu abri mão de muita coisa. Eu vivi uma loucura, só que ele sempre ia atrás de mim. Eu realmente vivi uma loucura. Ele me deixou aprendizados que eu vou levar pro resto da vida. Ele era muito especial, e talvez era pra acontecer? Não sei dos planos de Deus”. Após a morte do MC, Deolane e a mãe de Kevin tiveram desavenças e pararam de se seguir no Instagram. Segundo a advogada, havia falsidade: “Não tenho contato com ninguém mais. Eu não gosto de gente falsa, não tenho tempo pra falsidade, quer falar, fale na minha cara. Falando coisas de mim, jogando indiretas, mandando mensagens para outras pessoas me atacarem porque a própria não tinha coragem. Surgiram indiretas, eu virei a tóxica. Quer jogar a culpa em alguém, não jogue em mim, eu estava dormindo.”

A advogada criminalista ainda explicou sobre a entrevista que deu ao 011 Podcast, onde disse que votaria em Lula na eleição de  2022. “Eu sou nordestina e, embora eu não tenha me beneficiado com nenhum programa social do Lula, eu percebi algumas mudanças no governo dele. Opiniões políticas cada um tem a sua. Eu não tenho vergonha de dar opinião política. Eu gosto dele. Ele é de Pernambuco e eu também sou”, disse.Ninguém comia picanha, veio comer depois que ele entrou. (…) Não sou esquerda nem direita, sou Lula mesmo, ele pode estar em qualquer lado”, completou.

Confira na íntegra a entrevista com Deolane Bezerra:

Vasco demite Marcelo Cabo após sequência negativa na Série B do Brasileirão

0

O Vasco anunciou na tarde desta segunda-feira, 19, que demitiu o treinador Marcelo Cabo. Em nota oficial, o Gigante da Colina agradeceu os serviços prestados pelo técnico, mas ressaltou que os resultados do time sob o seu comando não foram satisfatórios. Contratado em março, ele acumulou 29 jogos, com 13 vitórias, 10 empates e seis derrotas. A notícia surge após o empate em 1 a 1 com o Náutico, que deixou a equipe carioca na oitava colocação da Série B do Campeonato Brasileiro. Além de Marcelo Cabo, deixam também o clube o auxiliar Gabriel Cabo e o preparador físico Tiago Melsert. Os próximos treinamentos serão comandados por Fábio Cortez e Daniel Félix, ambos da comissão permanente.

“O Vasco da Gama agradece Marcelo Cabo por toda sua dedicação ao longo dos meses que permaneceu à frente da equipe de futebol profissional do Vasco. Foram momentos de dedicação integral para o sucesso do projeto, junto à sua equipe e o departamento de futebol. Marcelo contribuiu positivamente para a montagem do elenco para esta temporada, trabalhou em alinhamento com o departamento de futebol de base, contribuindo para o desenvolvimento de jovens atletas cruzmaltinos, e foi figura importante para a manutenção do excelente ambiente de convívio no Centro de Treinamento do Vasco, na Cidade de Deus. Em uma temporada onde o Clube necessita especialmente de resultados, o Vasco lamenta que estes não tenham sido exatamente os almejados, sendo o único motivo para a mudança. O Vasco da Gama deseja sinceramente todo sucesso ao treinador e seus assistentes na sequência de suas trajetórias”, comunicou o Cruz-Maltino.

Explosão de bomba deixa mortos em mercado no Iraque

0

Atentado, que as autoridades consideram como terrorismo, ocorreu em mercado em bairro de maioria xiita na véspera de um feriado religioso. Nenhum grupo assumiu a autoria do ataque. Uma bomba explodiu em um mercado nos subúrbios de Bagdá, no Iraque, e deixou 18 mortos nesta segunda-feira (19), confirmaram autoridades de segurança do país.
De acordo com uma fonte ouvida pela agência France Presse, o governo trata o ato como um caso de terrorista. Nenhum grupo extremista reivindicou o ataque até o momento. O mercado Al Howeilat estava cheio por ser véspera do feriado religioso islâmico Eid al-Adha.
LEIA TAMBÉM:
Incêndio em hospital que trata pacientes com Covid deixou mortos
Drone lançou explosivos em aeroporto no Iraque que abriga base americana
Uma fonte do Ministério do Interior informou que quatro menores estão entre os mortos. Muitos membros das forças de segurança foram enviados ao local da explosão e os feridos, pelo menos 15, foram levados para um hospital.
Região de maioria xiita
A explosão ocorreu na cidade de Sadr, de maioria xiita — que é a corrente do islamismo minoritária no Iraque. Lá é o reduto dos partidários do líder xiita Muqtada al Sadr, cuja influência costuma ser decisiva na política nacional.
Este é o primeiro ataque na região da capital iraquiana desde janeiro, quando 32 pessoas morreram quando dois homens-bomba atacaram um mercado no centro da cidade. O grupo extremista Estado Islâmico (EI) assumiu a responsabilidade por esse ataque.
VÍDEOS: Notícias internacionais

J.K Rowling, autora de ‘Harry Potter’, expõe ameaça de seguidor e explica o motivo

0

A escritora britânica J.K Rowling, autora de sucessos como a saga “Harry Potter” e a franquia “Animais Fantásticos e Onde Habitam”, fez um desabafo nas redes sociais nesta segunda-feira, 19, sobre os ataques virtuais que passou a receber desde que fez um comentário considerado transfóbico. J.K Rowling postou um print de uma mensagem na qual um seguidor escreveu: “Desejo a você uma bomba caseira na sua caixa de correio”. A autora então comentou: “Para ser justa, quando você não pode fazer com que uma mulher seja demitida, presa ou demitida por sua editora e quando o cancelamento apenas faz com que as vendas de seus livros aumentem, só há um caminho a seguir”.

Em junho do ano passado, a autora foi criticada nas redes sociais ao questionar a expressão “pessoas menstruam” e até o ator Daniel Radcliffe se posicionou sobre o assunto. Um seguidor perguntou se as ameaças de morte tinham relação com esse episódio que a fez ser “cancelada” e J.K Rowling respondeu: “Sim, agora centenas de ativistas trans ameaçaram me espancar, estuprar, assassinar e me bombardear”, escreveu a criadora do universo de “Harry Potter” no Twitter. A escritora também agradeceu aos fãs que tem a apoiado. “Tenho que voltar ao meu capítulo agora, mas a todas as pessoas que me enviaram mensagens lindas, gentis, engraçadas e de apoio, muito obrigado. Queria ter tempo para responder a todos vocês, mas Strike e Robin [personagens do seu novo livro] estão em um estágio complicado de sua investigação, então preciso dar algumas pistas a eles”, finalizou a britânica.

To be fair, when you can’t get a woman sacked, arrested or dropped by her publisher, and cancelling her only made her book sales go up, there’s really only one place to go. pic.twitter.com/MsNWXhWlyc

— J.K. Rowling (@jk_rowling) July 19, 2021

Got to get back to my chapter now, but to all the people sending me beautiful, kind, funny and supportive messages, thank you so much . Wish I had time to answer all of you, but Strike and Robin are at a tricky stage of their investigation, so I need to drop a few clues.

— J.K. Rowling (@jk_rowling) July 19, 2021

Biden descarta inflação duradoura nos EUA

0

“A maior parte dos aumentos de preços que vemos é previsível e temporário”, disse o presidente dos EUA, em discurso na Casa Branca. O presidente dos EUA, Joe Biden (centro); o Secretário de Estado americano, Antony Blinken; e secretária de Comércio dos EUA, Gina Raimondo, participam da cúpula entre União Europeia e Estados Unidos em Bruxelas, na Bélgica, em 15 de junho de 2021
Kevin Lamarque/Reuters
O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, considerou nesta segunda-feira (19) que os aumentos de preços nos Estados Unidos são “previsíveis” e “temporários”, em resposta aos temores de um impulso inflacionário no país.
“A maior parte dos aumentos de preços que vemos é previsível e temporário”, disse ele, em discurso na Casa Branca, em que atribuiu a situação à reabertura da economia após a pandemia, que provoca “desafios” na oferta de materiais e bens.
“Nenhum economista sério” está sugerindo que haverá uma inflação descontrolada, destacou.
“Não é possível relançar a economia mundial e esperar que algo assim (um aumento dos preços) não ocorra”, acrescentou, citando como exemplo a escassez mundial de microchips que freou “a produção de automóveis e fez subir temporariamente o preço dos carros”.
Biden deu outro exemplo: o da madeira usada para construir casas nos Estados Unidos, cujos preços “aumentaram no início da reativação, mas nas últimas semanas diminuíram mais de 50%”.
As declarações de Biden respaldam as da secretária do Tesouro Janet Yellen e também as do presidente do Federal Reserve (Fed), Jerome Powell, que reconheceu que a magnitude do aumento de preços o surpreendeu, mas afirma que vai começar a ceder em alguns meses.
Powell admitiu na semana passada que a inflação continuará “elevada” nos próximos meses, mas disse que diminuirá assim que os “gargalos” do abastecimento de materiais e outros problemas temporários forem resolvidos.
A inflação nos Estados Unidos disparou nos últimos meses e o índice de preços ao consumidor (IPC) subiu 5,4% desde junho de 2020, a taxa mais alta em 12 meses desde agosto de 2008.
Os preços de atacado também aumentaram, com o índice de preços ao produtor em 7,3% nos 12 meses terminados em junho, o mais alto desde que o Departamento do Trabalho começou a medir em novembro de 2010, segundo dados publicados na semana passada.
Biden voltou a defender seu gigantesco plano de gastos sociais e infraestrutura, que será submetido a uma primeira votação no Senado na quarta-feira (21).

Presidente da Coreia do Sul cancela ida a Tóquio após comentário de diplomata: ‘Inaceitável’

0

Moon Jae-in iria para a abertura das Olimpíadas e teria na cidade a primeira reunião com o premiê japonês. Declaração de diplomata sobre o presidente coreano estar ‘se masturbando’ irritou autoridades, que desistiram da viagem. O presidente sul-coreano, Moon-Jae-in, em foto de agosto de 2019
South Korea Presidential Blue House via AP
O presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, desistiu de viajar a Tóquio para acompanhar a abertura dos Jogos Olímpicos e para ter o primeiro encontro oficial com o primeiro-ministro do Japão, Yoshihide Suga, informou o gabinete do governo nesta segunda-feira (19).
O motivo foi um incidente diplomático entre os dois países que colecionam rivalidades: um diplomata da embaixada do Japão em Seul havia afirmado, segundo reportagem, que o presidente sul-coreano estava “se masturbando” ao descrever suas tentativas de melhorar relações entre os dois países.
Essa declaração saiu na imprensa na sexta-feira e repercutiu mal na Coreia do Sul. O gabinete de Moon afirmou que ele ficou “cético” sobre a viagem após o comentário “inaceitável” do diplomata japonês.
LEIA TAMBÉM:
Veja mais notícias dos Jogos Olímpicos de Tóquio no ge
Fukushima recebe 1ª competição olímpica 10 anos após desastre
Atletas têm teste positivo para a Covid-19 na Vila Olímpica
Com medo do coronavírus, Coreia do Norte não vai a Tóquio
“O presidente Moon decidiu não visitar o Japão”, afirmou o secretário de imprensa, Park Soo-hyun, em entrevista coletiva, acrescentando que os dois lados exploraram maneiras de lidar com disputas históricas e aumentar a cooperação, mas não chegaram a um acordo.
“As discussões foram amigáveis e houve um progresso considerável, mas ainda não chegaram ao ponto de serem consideradas o resultado de uma cúpula, e levamos outras circunstâncias em consideração”, disse Park, sem entrar em detalhes.
Imagem noturna dos arredores do Estádio Olímpico de Tóquio, no Japão, nesta sexta (16), uma semana antes da abertura das Olimpíadas
Charly Triballeau/AFP
Moon enviará o ministro da Cultura à cerimônia de abertura das Olimpíadas na sexta-feira como chefe da delegação sul-coreana, disse seu gabinete, desejando ao Japão uma edição dos Jogos Olímpicos segura e de sucesso.
Do lado japonês, Suga se recusou a comentar a decisão de Moon. Porém, ele descreveu os comentários do diplomata japonês como “inadequados”.
VÍDEOS: Notícias internacionais

Avião faz pouso de emergência em ponte de Nova Jersey, nos EUA

0

Aeronave de pequeno porte teria apresentado problemas no motor. Autoridades americanas investigam o caso e ninguém ficou ferido. Avião de pequeno porte fez pouso de emergência em uma ponte de Ocean City, em Nova Jersey, nos EUA. Foto de 19 de julho de 2021
Reprodução/NBC
Um avião de pequeno porte pousou no meio de uma ponte próxima a Atlantic City, nos Estados Unidos, nesta segunda-feira (19), informaram as autoridades locais.
Segundo a polícia do estado de Nova Jersey, ninguém ficou ferido. Apenas o piloto estava a bordo da aeronave usada para publicidade com mensagens impressas em faixas.
As autoridades americanas investigam o caso, e informações preliminares dão conta de que ela teria apresentado problemas no motor.
A emissora americana CBS identificou o piloto da aeronave. Landon Lucas, de 18 anos, trabalha para a agência de publicidade aérea Paramount Air Service.
Reportagem em atualização.

CPI da Covid-19 pede reforço de três policiais federais com ‘máxima urgência’

0

Em ofício enviado à Polícia Federal (PF), o presidente da CPI da Covid-19, Omar Aziz (PSD-AM), pede, “com máxima urgência”, o reforço de “três servidores da carreira policial, com acesso aos sistemas e experiência em análises de sigilos, para auxiliar o colegiado na condução das investigações, sendo um agente, um perito e um delegado”. A comissão conta com o auxílio de um delegado e de um agente da PF, além de auditores do Tribunal de Contas da União (TCU) e da Receita Federal. No documento, porém, o parlamentar alega que o quantitativo cedido pela corporação tem sido “insuficiente”, em razão “do expressivo volume de informações” recebidos pelo colegiado. “Explica-se que esta comissão tem agregado diversos elementos informativos que requerem a análise por uma equipe especializada. Embora a equipe gentilmente disponibilizada por esta Polícia Federal tenha prestado relevantes serviços ao colegiado, tem-se que, em razão do expressivo volume de informações, o seu quantitativo tem sido insuficiente. Diante disso, adicionalmente aos policiais já disponibilizados para auxílio a este Colegiado, requisita-se a designação de outros três Policiais, nos termos do presente ofício”, escreve Aziz.

Desde o seu início, no dia 27 de abril, a CPI recebeu mais de um terabyte de dados – esta é a maior quantidade que uma investigação do Senado já teve. Isto equivale a mais de 250 mil fotos, cerca de 500 horas de vídeo ou 6,5 milhões de páginas de documentos. Nos três primeiros meses de trabalhos, os senadores produziram mais de 1.100 requerimentos de informações e convocações, além de mais de 1.800 ofícios. A título de comparação, a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Fake News, formada por deputados federais e senadores, acumulou aproximadamente 5 gigabytes de dados.