Brasil bate Estados Unidos e fica em terceiro lugar geral no mundial escolar

Leitura obrigatória

Delegação brasileira somou 87 medalhas, sendo 27 de ouro; Ucrânia ficou no primeiro lugar, seguida pelo Marrocos, país sede da competição Brasil tem ótimo resultado no Gymnasiade
Divulgação CBDE
O Brasil teve excelente resultado no esporte escolar. No Gymnasiade, campeonato mundial, realizado entre os dias 02 e 09 de maio, no Marrocos, a delegação brasileira terminou no terceiro lugar geral, superando países tradicionais como Estados Unidos, França e a Rússia. Ao todo, foram 87 medalhas, sendo 27 ouros, 26 pratas e 33 bronzes. No primeiro lugar da competição ficou a Ucrânia, que somou 104 medalhas, seguida pelo país-sede, com 87.
Os brasileiros tomaram conta do Gymnasiade. Maior do torneio, a delegação brasileira contou com 278 pessoas, entre atletas, técnicos e autoridades do desporto escolar. Das 17 modalidades disputadas, o Brasil participou de 10, com destaque para as lutas. No judô, 15 atletas competiram pelo país e 14 saíram com uma medalha no peito, sendo oito ouros e seis pratas. Já no taekwondo foram 15 medalhas, enquanto o karatê subiu no pódio em nove categorias. Por fim, a luta greco-romana contribuiu com 11 medalhas.
Equipe de taekwondo do Brasil comemora bom resultado no mundial escolar
Divulgação CBDE
Contudo, o Brasil brilhou não só nas artes marciais. Ginástica rítmica, ginástica artística, natação e xadrez foram outros esportes que tiveram brasileiros no pódio do mundial escolar, que reuniu atletas de 58 países. A próxima edição do Gymnasiade será em 2020, já que o torneio ocorre de dois em anos. A China está prevista para ser o país-sede.

- Advertisement -spot_img

Mais Matérias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -spot_img

Artigo Mais Recente